Prisioneiros de si mesmos

Prisioneiros de si mesmos

Prisioneiros de si mesmos

Quem tem a língua presa?  Os que não sabem elogiar, os que não sabem agradecer, os que não sabem louvar a Deus. Estes precisam ser curados da língua presa.

Precisariam estar  no lugar daquele homem que levaram a Jesus: “Trouxeram então um homem surdo, que falava com dificuldade, e pediram que Jesus lhe impusesse a mão” (Mc 7,32). Levaram-no a Jesus. Quantos estão precisando deste ato de generosidade! Você também?

Abre-te – Que aconteceu com o homem levado a Jesus? “Olhando para o céu, suspirou e disse: “Efatá!” (que quer dizer: “Abre-te”).Imediatamente, os ouvidos do homem se abriram, sua língua soltou-se e ele começou a falar corretamente” (Mc 7,34). Que maravilha! Cheio de admiração o povo dizia: “Tudo ele tem feito bem. Faz os surdos ouvirem e os mudos falarem”  (Mc 7,37). Parece que isso quase não acontece mais.

Demônios creem – Por que Jesus não toca também os corações de todos os empedernidos de hoje? Porque lhes falta a condição daquele que foi levado a ele: a fé verdadeira. “Não, mas eu acredito em Deus” dirão alguns. Está bem. “Tu crês que há um só Deus? Fazes bem! Mas também os demônios creem isso, e estremecem de medo”(Tg 2,19).  E então, meu caro, que adianta  apenas acreditar? Adianta alguma coisa ser igual aos demônios?

Voltemos  a Tiago que vai arrematar:  “Mostra-me a tua fé sem as obras, que eu te mostrarei a minha fé a partir de minhas obras!” (Tg 2,18). Que afirmações contundentes! Não fazem tremer nossas bases? As minhas fazem. É preciso ir a Jesus para que ele nos cure da fé hipócrita, da passividade.

Pobres – Muitos têm uma petrificada  impossibilidade de ir a Jesus. “Impossibilidade?”  Sim, impossibilidade por falta de fé. Mesmo que  vá, Jesus não conseguirá operar o milagre (como aconteceu em Nazaré)  e inutilmente vai dizer “Efatá” (Abre-te).  São ricos cheios de si, mesmo que não tenham nada. Meus caríssimos irmãos: não escolheu Deus os pobres aos olhos do mundo para serem ricos na fé e herdeiros do Reino que prometeu aos que o amam? (Tg 2,5). Sim, escolheu os pobres aos olhos do mundo. Será que sou um dos escolhidos?

Humildes – Os autosuficientes tombam. Prevalecem os humildes.  “Dizei aos aflitos: “Coragem! Nada de medo! Aí está o vosso Deus, é a vingança que chega, é o pagamento de Deus, ele vem para vos salvar!” (Is 35,4).Que beleza! E o que será dos orgulhosos? Ah, estes nem pensam nisto! Por esta razão serão abandonados à sua própria autosuficiência.  Serão reféns dos seus pensamentos e de sua egolatria. E o triunfo?

Os humildes triunfarão. Tanto que  o coxo saltará, a língua dos mudos se desatará,  os olhos dos cegos se abrirão,  os ouvidos dos surdos se descerrarão (Is 35,6). Os que estão presos na sua falta de fé, continuarão dessa forma, sem saltar, sem ouvir, paralíticos, sem falar da religião que seguem, sem saber elogiar o próximo, sem agradecer como deveriam.

Continuarão assim, continuarão fechados em si mesmos.  Não terão o privilégio de ouvir do Senhor “Efatá!” (abre-te!), infelizmente. Você terá?

          Eu, diante da Palavra

Apegados
5 Escutai, meus caríssimos irmãos: não escolheu Deus os pobres aos olhos do mundo para serem ricos na fé e herdeiros do Reino que prometeu aos que o amam?   (Tg 2,5).

Sou apegado aos meus bens?  E aos meus argumentos contrários à religião?

Fazer algo de bom.
37 Cheios de grande admiração, diziam: “Tudo ele tem feito bem. Faz os surdos ouvirem e os mudos falarem”  (Mc 7,37)

O que para os outros eu faço bem?

Conviver com os bem-sucedidos
1 Meus irmãos, a fé que tendes em nosso Senhor Jesus Cristo glorificado não deve admitir acepção de pessoas  (Tg 2,1).

Faço?

Pagamento dos humildes
4Dizei aos aflitos: “Coragem! Nada de medo! Aí está o vosso Deus, é a vingança que chega, é o pagamento de Deus, ele vem para vos salvar!”   (Is 35,4).

Estou apto a receber o pagamento de Deus, a salvação?

Os que acreditam
6Então os aleijados vão pular como cabritos e a língua dos mudos entoará um cântico, porque águas vão correr no deserto, rios na terra seca.  (Is 35,6).

Percebo os dons de Deus à minha volta?

Humildade
Imaginai o seguinte: Na vossa reunião entram duas pessoas, uma com anel de ouro no dedo e bem vestida, e outra, pobre, com a roupa surrada.
3 Ao que está bem vestido, dais atenção, dizendo-lhe: “Vem sentar-te aqui, à vontade”. Mas ao pobre dizeis: “Fica aí, de pé”, ou “Senta-te aqui no chão, aos meus pés”.
4 Não é isso um caso de discriminação entre vós? Será que não julgastes com critérios que não convêm? (Tg 2,1.4-5)

Faço isto?

Pobres aos olhos do mundo  para serem ricos na fé
5 Escutai, meus caríssimos irmãos: não escolheu Deus os pobres aos olhos do mundo para serem ricos na fé e herdeiros do Reino que prometeu aos que o amam? (Tg 2,4).

Sou bem de vida aos olhos do mundo, mas pobre na fé?

Curou o mudo. Tudo ele tem feito bem
34 Olhando para o céu, suspirou e disse: “Efatá!” (que quer dizer: “Abre-te”).
35 Imediatamente, os ouvidos do homem se abriram, sua língua soltou-se e ele começou a falar corretamente.
36 Jesus recomendou, com insistência, que não contassem o ocorrido para ninguém. Contudo, quanto mais ele insistia, mais eles o anunciavam.
37 Cheios de grande admiração, diziam: “Tudo ele tem feito bem. Faz os surdos ouvirem e os mudos falarem”. “Mc 7,34.37

Minha fé permite que Deus opere milagres em mim?

 Minha prece (Do Sl 145)

Senhor, és fiel para sempre,
fazes justiça aos que são oprimidos.
Dás alimento aos famintos,
e liberta os cativos.
Tu podes me curar de tudo aquilo que me prende
e me impedem de proclamar as vossas maravilhas,
de falar de ti, do quanto és bom.
Liberta-me, pois, Senhor,
e poderei contar vossas maravilhas,
serei salvo .