Qual o valor de se dar uma moedinha como esmola?

Qual o valor de se dar uma moedinha como esmola?

Qual o valor de se dar uma moedinha como esmola?

Quem já não deu alguma moedinha quando alguém pede uma ajuda? É um jeito de acalmar a consciência, mais do que de ajudar. “Como assim?” Claro, o que é que se faz com uma moedinha de 5 centavos, 10 centavos? “Ah, – continuam os temerosos de botar a mão na consciência – mas se juntar muitas, vai dar um valor bom!” Claro, quando aluém juntar 100 moedinhas de  10 centavos vai ter 10 reais. Mas, e até juntar isso? Vai morrer de fome? Não tem jeito: há margem, sim, para se pensar que, quem dá uma moedinha de 10 centavos a quem está com fome, está fazendo mais bem para si, do que matando a fome do pedinte.

Quantia – Quanto doar? Para falar sobre a medida da generosidade, Jesus foi observar os que davam esmola.   “Jesus sentou-se defronte do cofre de esmola e observava como o povo deitava dinheiro nele; muitos ricos depositavam grandes quantias” Mc 12,41). Nem por isso foram elogiados por Jesus. Dar uma moedinha pode ter seu valor, como teve para a viúva que doou. Para outros, uma moedinha pode ser apenas  uma forma de acautelar-se contra eventual culpa, porque não está dando daquilo que lhe falta, como a viúva, mas daquilo que não lhe faz diferença; é apenas uma migalha, em comparação ao que ele tem ou ao que gasta.

Da indigência – Se quisesse matar a fome não daria simplesmente alguma coisa que nem lhe fará falta, para evitar que a consciência o acuse de omissão. Dá uma coisa que não lhe faz falta, para evitar a culpa. Que faz-de-conta! Não foi o que aconteceu com a viúva que deu uma moedinha, falou Jesus: “Em verdade vos digo: esta pobre viúva deitou mais do que todos os que lançaram no cofre, porque todos deitaram do que tinham em abundância; esta, porém, pôs, da sua indigência, tudo o que tinha para o seu sustento”  (Mc 12,43-44). Deu algo que lhe era necessário. Será que alguém de nós, que ganha bem mais que o salário mínimo por mês, se sente parecido com esta viúva quando dá uma moedinha a um pedinte com fome?

Não faltará – Talvez signifique muito para quem pediu; mas, talvez também signifique muito pouco ou quase nada para quem deu, porque o insignificante valor doado nem lhe faz falta. Por isto nem faz parte de sua necessidade. Sua vida não depende daqueles centavos. Por´me, temos medo que nos falte. Os generosos não têm esse medo. Eles ajudam porque confiam que “a farinha que está na panela não se acabará, e a ânfora de azeite não se esvaziará, até o dia em que o Senhor fizer chover sobre a face da terra” (1Rs 17,14). Os que pouco têm e dão do seu pouco, confiam na providência. Você confia?

Aparecerá – Os que confiam vão se dar bem. Quem faz sua parte e espera em nome do Senhor, não será decepcionado: o Senhor aparecerá uma segunda vez “para trazer a salvação àqueles que o esperam” (Hb 9,28). Quem age com benevolência, sabe em quem espera e confia. Não virá em razão do pecado. Ele já veio por esta motivo.  “Assim Cristo se ofereceu uma só vez para tomar sobre si os pecados da multidão, e aparecerá uma segunda vez, não porém em razão do pecado, mas para trazer a salvação àqueles que o esperam” (Hb 9,28). Agora que ele trouxe a salvação, virá para premiar os que a receberem. Ele aparecerá e tomará consigo os que nele esperam. A melhor forma de o esperar é exercendo a caridade.

Dar uma moedinha teve importância para a viúva em comparação com o que ela possuía. E pra você, o que significa a moedinha que você dá para quem precisa, frente ao que você gasta ou possui? O exemplo da viúva é muito atual.

 Eu, diante da Palavra

Viuva pobre deu mais
43 E ele chamou os seus discípulos e disse-lhes: Em verdade vos digo: esta pobre viúva deitou mais do que todos os que lançaram no cofre,
44 porque todos deitaram do que tinham em abundância; esta, porém, pôs, da sua indigência, tudo o que tinha para o seu sustento
  (Mc 12,43-44).

Faço doações significativas ou dou apenas a moedinha que não me faz falta?

Nada faltará
14 Porque eis o que diz o Senhor, Deus de Israel: a farinha que está na panela não se acabará, e a ânfora de azeite não se esvaziará, até o dia em que o Senhor fizer chover sobre a face da terra (1Rs 17,14).

Percebo os bens que o Senhor derrama em minha vida?

Aparecerá para trazer a salvação
28 assim Cristo se ofereceu uma só vez para tomar sobre si os pecados da multidão, e aparecerá uma segunda vez, não porém em razão do pecado, mas para trazer a salvação àqueles que o esperam (Hb 9,28).

A salvação que Cristo trouxe está fazendo efeitos em minha vida?

(Veja esta  apresentação em Power Point!)

 Minha prece

Senhor
Sei que a doação é o caminho
para aqueles que desejam entrar no santuário celeste
Como Jesus,
Pois foi este o caminho seguido por ele.
Ajuda-me a ser mais generoso,
Doando, não as migalhas que não me fazem falta,
mas aquilo que faz falta para o outro
E talvez seja apenas um pouco mais
do que minhas migalhas.