Acreditar e fazer a vontade

Acreditar e fazer a vontade

Acreditar e fazer a vontade

Quem acredita no Senhor se deixa conduzir por ele. É como a ovelha que se deixa apascentar pelo pastor.  “Ele se levantará para (os) apascentar, com o poder do Senhor, com a majestade do nome do Senhor, seu Deus”  (Mq 5,2).  Você se deixa apascentar pelo Senhor ou apenas pelas realidades deste mundo?

Fé – É mais fácil viver segundo a lógica ou a razão humana do que  viver  segundo a fé. A vida segundo a lógica da razão, contraria a vida segundo a lógica da fé. Jesus veio mostrar que os que são humildes haverão de triunfar.  Ele veio para realizar maravilhas nos que acreditam nas promessas divinas. Foi o que afirmou o Anjo em relação a Maria que deu seu sim ao Senhor. “Bem-aventurada és tu que creste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas!” (Lc 1,45). Ela aderiu à vontade divina, mesmo sem se amedrontar com as possíveis consequências de sua concordância. Ela simplesmente acreditou que seria melhor aderir à vontade divina. Um exemplo que nos desfia.

Vontade – Fazer nossa vontade, não é dífícil. Fazer a vontade de outrem, quando combina com a nossa, também. O difícil é fazer a vontade de alguém, quando contraria o que percebemos ser o melhor para nós. Aqui as coisas ficam mais difíceis e pode até se iniciar uma batalha entre a razão e a fé. .  preciso acreditar no Senhor e fazer nossa parte. “Então eu disse: Eis que venho (porque é de mim que está escrito no rolo do livro), venho, ó Deus, para fazer a tua vontade”  (Hb 10,7). Contudo, viemos ao mundo para fazer a vontade daquele que nos enviou. Vivemos para ser felizes, vivendo segundo a vontade de Deus.

Sacrifício –  De fato, o sacrifício da própria vontade é algo difícil de se fazer. É mais fácil oferecer sacrificios de outra natureza. Contudo, Cristo veio mostrar que é o sacrifício da própria vontade, que agrada ao Senhor. “5 Eis por que, ao entrar no mundo, Cristo diz: Não quiseste sacrifício nem oblação, mas me formaste um corpo”  (Hb 10,5). Tornou-o pessoa humana, com vontade própria, com desejos humanos. Nos momentos em que ele podia se deixar vencer pelos argumentos humanos ele resistiu:  “7 Então eu disse: Eis que venho (porque é de mim que está escrito no rolo do livro), venho, ó Deus, para fazer a tua vontade” (Ps 39,7ss) (Hb 10,6). Este é o caminho que Cristo deixou para seguirmos. Agrada-lhe, mais do que outros sacrifícios, o sacrifício da própria vontade em  favor da vontade divina.

Nessa luta quase inglória, o Senhor está pronto a nos apascentar, a nos conferir força. É preciso contar com ele, especialmente nos momentos  em que estamos mais expostos a fraquejar. Cristo tinha consciência:  “venho, ó Deus, para fazer a tua vontade” (Hb 10,6). E nós? Quem tem consciência da finalidade de sua existência se deixa apascentar pelo Senhor, acredita nele e faz sua vontade. Desta forma está garantindo cumprir sua missão aqui na terra.

 Eu, diante da Palavra

Apascentará
3 Ele se levantará para (os) apascentar, com o poder do Senhor, com a majestade do nome do Senhor, seu Deus. Os seus viverão em segurança, porque ele será exaltado até os confins da terra.  (Mq 5,2).

Ele se levantará para apascentar. Você se deixa apascentar?

Acreditaste
45 Bem-aventurada és tu que creste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas!   (Lc 1,45).

Você também acredita, como Maria?

Fazer a vontade
7 Então eu disse: Eis que venho (porque é de mim que está escrito no rolo do livro), venho, ó Deus, para fazer a tua vontade  (Hb 10,7)

Você faz a vontade de Deus, como Jesus?

           Minha prece

Ó Pastor de Israel,
Vós que vos assentais sobre os querubins,
Abri nossos olhos para reconhecer vosso poder
e vinde logo nos trazer a salvação!
Voltai-vos para nós, Senhor,
Olhai-nos dos altos céus,
visitai-nos com vossa bondade.
Somos vossa vinha. Foi a vossa mão direita que a plantou no dia do nosso batismo.
Protegei-nos e guiai-nos no caminho do bem!
Assim, nunca mais vos deixaremos
e procuraremos com mais empenho
fazer vossa vontade!