Jesus, divino e humano

Jesus, divino e humano

Divino e humano

A epifania é a celebração da manifestação de Jesus como Deus e como ser humano. Essa manifestação teve um objetivo. Qual foi?

     Manifestação – Fazer brilhar a luz.  Pela epifania nos foi revelado que Jesus era gente como nós e ao mesmo tempo Deus. Ah – retrucam alguns – por isso que as coisas para ele eram mais fáceis. De jeito nenhum. Ele agiu em tudo como nós, menos no pecado.  Teve as mesmas necessidades e as mesmas inclinações  que nós?  Sem dúvida. Poderia então nos falar sabendo o que vivíamos. Ele veio para ser luz e mostrar-nos como se pode ser humano à luz do plano de Deus.  Foi por isso que Isaías predisse: As nações se encaminharão à tua luz, e os reis, ao brilho de tua aurora (Is 60,3). O brilho da aurora indica o norte.  Tem adiantado para nós?

     Adoração – Adianta, mas não dispensa nossa parte. Essa, muitas vezes, fica faltando. A sua não? Mas há uma saída: encontrar este Menino.  Ao encontrá-lo, os magos ensinaram o que fazer: acharam o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se diante dele, o adoraram  (Mt 2,11). Exatamente: encontrar o Menino e o adorar. Foi o que fizeram os pastores. Já viu como as pessoas que amam, se revelam diante da pessoa amada?

     Revelação – Pela adoração você se aproximará mais do significado da vinda do Senhor. Esse mistério não é de todo ainda compreensível.  Esse mistério, que em outras gerações não foi manifestado aos homens da maneira como agora tem sido revelado pelo Espírito aos seus santos apóstolos e profetas (Ef 3,5). Aos seus, o Espírito vai revelando algo do mistério até o dia da manifestação definitiva do Senhor.

O Senhor veio para nos indicar como caminharmos para a sua manifestação definitiva. O Senhor veio e aconteceu a epifania. Quando ele vier pela segunda vez, será a manifestação plena de sua glória.

Que aos pés do Senhor aprendamos a ser plenamente humanos e também divinos, como Jesus.

Eu.diante da Palavra

Adoraram

“11 Entrando na casa, acharam o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se diante dele, o adoraram.”  (Mt 2,11|).

Quantas vezes por dia, por semana, me prostro e adoro o Senhor?

Ilumina

60 1 Levanta-te, sê radiosa, eis a tua luz! A glória do Senhor se levanta sobre ti.
2 Vê, a noite cobre a terra e a escuridão, os povos, mas sobre ti levanta-se o Senhor, e sua glória te ilumina”
 (Is 60,1-2).

Vivo o meu a dia como quem está sendo iluminado pela glória do Senhor?
Os percebem que sou uma pessoa  iluminada por Deus?

Mistério revelado

3 Foi por revelação que me foi manifestado o mistério que acabo de esboçar.
5 que em outras gerações não foi manifestado aos homens da maneira como agora tem sido revelado pelo Espírito aos seus santos apóstolos e profetas.”
(Ef 3,3-5).

Procuro aprender a revelação divina lendo e estudando as sagradas escrituras?

Minha prece

Senhor, quero te adorar como os magos te adoraram.
Ao mesmo tempo, quero manifestar esta adoração
através dos presentes de meus atos concretos.
Sei que minhas palavras e atitudes de adoração
devem ser acompanhadas por gestos concretos de caridade.
Se não for assim, minhas preces não são coerentes.
Obrigado, Senhor, porque tua luz me ilumina.
Tua glória segue à minha frente
mesmo que às vezes não a perceba.
Quero te adorar sempre com palavras e vida.