Milagres e manifestação de poder

Milagres e manifestação de poder

Manifestação do poder de Deus

Deus já manifestou seu poder a nós? Sim, de muitos modos. Manifestou através da façanha da libertação do povo hebreu escravo no Egito, até as manifestações que ele oferece hoje através de milagres e através da beleza e perfeição das coisas do dia-a- dia. Você já observou? Nem todo mundo consegue vê-las.

     Olhos – Sabe por quê? Porque  faltam olhos para ver. As manifestações estão presentes hoje, como estiveram na história.  Mas, quem as viu?  Poucos. A multidão dos convertidos poderiam ver.  Contudo, uma coisa não escapará de ninguém: As nações verão então tua vitória, e todos os reis teu triunfo  (Is 62,2).  As  pessoas se surpreenderão

     Vinho – Ficarão surpresas como em Caná, quando Jesus transformou a água em vinho num casamento.  Este foi o primeiro milagre de Jesus; realizou-o em Caná da Galiléia. Manifestou a sua glória, e os seus discípulos creram nele   (Jo 2,11). A consequência? Os discípulos creram. E os outros?  Não tantos. O milagre valeu para alguns; para outros , não..

     Lázaro –  Lembra o que aconteceu quando Jesus reergueu Lázaro? Houve quem acreditou. Muitos judeus, por causa dele (Lázaro que havia ressuscitado), se afastavam e acreditavam em Jesus (1Cor 12,11). Entretanto, muitos continuavam na dúvida ou continuavam apenas perplexos com o que viam, como acontece hoje. Apenas perplexos; não mudaram de vida. Você também?

O Senhor já manifestou seu poder de muitos modos, embora muitos ainda pedem milagres.

Que cobremos mais resultados de nós próprios do que dele, pois o problema não está em Deus, está nos nossos olhos. Está na nossa capacidade de perceber suas manifestações de poder e de nos render a elas, mudando de vida.

Que assim seja.

Eu,diante da Palavra

Justiça

62 1 Por amor a Sião, eu não me calarei, por amor de Jerusalém, não terei sossego, até que sua justiça brilhe como a aurora, e sua salvação como uma flama”  (Is 62,1).

Tenho procurado ser justo nas minhas relações de trabalho e com aqueles com quem convivo?

Inveja de dons

8 A um é dada pelo Espírito uma palavra de sabedoria; a outro, uma palavra de ciência, por esse mesmo Espírito;
9 a outro, a fé, pelo mesmo Espírito; a outro, a graça de curar as doenças, no mesmo Espírito”
 (1Cor 12,8-9).

Sou uma pessoa invejosa dos dons alheios?
Sou grato a Deus pelos dons que me deu?

Creram

11 Este foi o primeiro milagre de Jesus; realizou-o em Caná da Galiléia. Manifestou a sua glória, e os seus discípulos creram nele”  (Jo 2,11)

As bênçãos que Deus derrama em minha vida e na vida das outras pessoas, são motivos para aumentar minha fé nele?

 

Minha prece
Senhor, preciso ser mais justo. Devo dar a cada um o que lhe pertence,
fazer bem feito aquilo com o  que me comprometi.
Vós esperais que eu ande segundo a justiça,
mesmo nas pequenas coisas.
Sendo justo, não terei inveja dos dons divinos que os outros possuem,
nem serei pessoa invejosa.
Quero observar e agradecer a vossa glória e vossa bondade
que se manifestam em minha vida
e na vida das demais pessoas.
Senhor, ajudai-me a ser justo
e bendizer sempre vossa bondade.