Festa para a nova criatura

Festa para a nova criatura

Festa para nova criatura

Viver como nova criatura.  “Como assim?” pergunta você.  Praticando o bem, sendo cordial, respeitando o próximo, agindo como Cristo agiria se aqui estivesse.  Os que vivem dessa forma vivem como novas criaturas. É o que disse Paulo: “Todo aquele que está em Cristo é uma nova criatura. Passou o que era velho; eis que tudo se fez novo!” (2Cor 5,17). Entretanto, nem todos vivem  desse modo. Não ligam para serem novas criaturas.

     Há os perdidos. Sim, são os que vivem como filhos pródigos.  Não são poucos os que fazem o mal ao próximo, a si mesmos, dilapidam seu patrimônio físico e espiritual. Isto mesmo. Gastam  indevidamente os bens de sua  saúde, de sua inteligência, da amizade, do corpo. São filhos pródigos. Você não está  entre estes, está? Tomara que não! Estes desdenham da vida saudável.

Quando algum destes muda de vida, o que acontece? É motivo de festa para o Pai. Lembra o que falou o pai do filho pródigo ao irmão dele? Convinha  “fazermos festa, pois este teu irmão estava morto, e reviveu; tinha se perdido, e foi achado”  (Lc 15,32). Do mesmo modo festeja o Pai celeste. A casa do Pai é o destino de cada ser humano.

     Há uma terra prometida.  É a terra onde corre o leite e o mel do bem-estar puro, sem os agrotóxicos do mal. Ali se bebe do cálice da felicidade e se come do pão da vida. Foi o que aconteceu com o povo hebreu que permaneceu fiel ao Senhor quando chegou a Canaã.  “E o maná cessou (de cair) no dia seguinte àquele em que comeram os produtos da terra. Os israelitas não tiveram mais o maná. Naquele ano alimentaram-se da colheita da terra de Canaã”  (Js 5,12). Que maravilha! Deus prometeu e saciou a fome de bem-estar do seu povo.

Há sempre festa para nós. O Pai nos cumula de bênçãos todos os dias. Resta saber se fazemos por merecer sua bondade, vivendo como novas criaturas. “Todo aquele que está em Cristo é uma nova criatura. Passou o que era velho; eis que tudo se fez novo!” (2Cor 5,17). É preciso viver o novo… que fique para trás a pátria dos perdidos. Vivamos de modo a merecermos a felicidade prometida para aqueles que procuram viver como novas criaturas.

 Eu diante da Palavra

 Chegaram à Terra Prometida
12 E o maná cessou (de cair) no dia seguinte àquele em que comeram os produtos da terra. Os israelitas não tiveram mais o maná. Naquele ano alimentaram-se da colheita da terra de Canaã  (Js 5,12).

Sou grato a Deus quando pelo alimento todos os dias?

Tudo novo
17 Todo aquele que está em Cristo é uma nova criatura. Passou o que era velho; eis que tudo se fez novo! (2Cor 5,17).

Vivo a cada dia como nova criatura?

Convinha festejar
32 Convinha, porém, fazermos festa, pois este teu irmão estava morto, e reviveu; tinha se perdido, e foi achado  (Lc 15,32).

Estou entre os que estavam perdidos e foram achados ou continuo perdido?

 Minha prece

Provei e sei quão suave é o Senhor!
Não há como deixar de engrandecê-lo
e reverenciar seu nome!
Todas as vezes que o busquei,
ele me ouviu
e de todos os temores me livrou.
É verdade que nem sempre ele nos atende como queremos,
mas atende como ele acha que é melhor para nós.
Contemplo, Senhor, vossa face, pelos olhos da minha fé.
Sim, quero viver na vossa presença
como nova criatura.