Eucaristia e caridade

Eucaristia e caridade

Eucaristia e caridade

Só participa devidamente do memorial do sacrifício de Jesus, quem faz de sua vida um sacrifício para viver a fé que professa. Como se manifesta a profissão de fé? Pela prática. Pela prática que inclui necessariamente a caridade. “12 Depois de lhes lavar os pés e tomar as suas vestes, sentou-se novamente à mesa e perguntou-lhes: Sabeis o que vos fiz? 15 Dei-vos o exemplo para que, como eu vos fiz, assim façais também vós” (Jo 13,12.15). Não é fácil lavar os pés dos outros através da caridade.

     Sangue e sinal.  A prática da caridade exige doação, desdobramento pessoal, humildade. Mas é um sinal forte. A caridade realizada por causa da adesão a Jesus é marca que agrada ao Senhor. 13 O sangue sobre as casas em que habitais vos servirá de sinal (de proteção): vendo o sangue, passarei adiante, e não sereis atingidos pelo flagelo destruidor, quando eu ferir o Egito (Ex 12,13). Será que o exemplo de Jesus se tornou uma marca para nossa vida? A gente lê esta passagem, escuta, mas volta pra casa e continua fazendo as mesmas coisas erradas, do mesmo jeito. Uma pena. Ou o sangue de Cristo tornou-se um marco que mudou sua vida? Com a maioria dos cristãos ainda não, apesar de continuarem participando da missa, dos cultos, da celebração d corpo e sangue do Senhor.

     O corpo e o sangue.  A Eucaristia é memória do Senhor. Assim, todas as vezes que comeis desse pão e bebeis desse cálice lembrais a morte do Senhor, até que venha  (1Cor 11, 26). A celebração da missa, portanto, é mais que lembrança: é memória, é  atualização, é realização hoje do sacrifício  de Jesus. Assim quando você participa da missa, lembra do que Cristo fez por você ou é apenas uma devoção piedosa? Esse é o nosso desafio. Celebrar no templo e na prática, na vida.

Eucaristia e caridade andam juntas. A caridade manifesta a adesão ao Senhor.  Por isso que só participa devidamente do memorial do sacrifício de Jesus, quem faz de sua vida um sacrifício para viver a fé que professa.

O memorial de Cristo, dá força para a pessoa ser realmente cristã, imolando-se no altar da caridade.

Eu diante da Palavra

Dei-vos o exemplo
12 Depois de lhes lavar os pés e tomar as suas vestes, sentou-se novamente à mesa e perguntou-lhes: Sabeis o que vos fiz?
15 Dei-vos o exemplo para que, como eu vos fiz, assim façais também vós
(Jo 13,12.15)

Faço o mesmo praticando a caridade em casa, no trabalho, com as pessoas com quem convivo?

Sangue como sinal
13 O sangue sobre as casas em que habitais vos servirá de sinal (de proteção): vendo o sangue, passarei adiante, e não sereis atingidos pelo flagelo destruidor, quando eu ferir o Egito (Ex 12,13).

O sangue de Cristo tornou-se um marco que mudou minha vida ou ainda não?

Eucaristia como lembrança do Senhor
26 Assim, todas as vezes que comeis desse pão e bebeis desse cálice lembrais a morte do Senhor, até que venha  (1Cor 11, 26).

Quando participo da missa, lembro do que Cristo fez por mim ou é apenas uma devoção piedosa?

Minha prece

Senhor, o pão e o vinho nos comunga convosco.
Que poderei retribuir
por tudo aquilo que tendes feito  em meu favor?
Participo da eucaristia
invocando vosso nome santo.
Essa eucaristia é também motivo para estar unido aos irmãos,
Visto que bebemos do mesmo cálice, comemos do mesmo pão
E estamos em torno à mesa com o mesmo Senhor.
Praticando a caridade com  o próximo
Comprovo minha fidelidade a vós
que me destes o exemplo da caridade.