Sair para ouvir a Palavra

Sair para ouvir a Palavra

Sair para ouvir a Palavra

Quando os apóstolos começaram a pregar, muitas pessoas saiam de casa e iam ao lugar  onde os apóstolos estavam pregando, para ouvi-los. Às vezes, como é difícil a gente sair de casa, não!  Não é fácil deixar os hobbies, os programas preferidos para ir ao local de reunião da comunidade ouvir a palavra ou receber também o pão sagrado. É preciso que a fé seja maior do que o comodismo. Mas no tempo dos apóstolos, a mensagem cristã atraia muita gente.  “No sábado seguinte, afluiu quase toda a cidade para ouvir a palavra de Deus” (At 13,44). Por que saiam de casa para ouvi-los? Certamente porque anunciavam algo diferente, a Palavra. Sairíamos também? Melhor: Saimos hoje para ouvir a Palavra? Poucos saem.

Perversidade. Por que será? Culpa da existência de outros tipos de pregadores que conseguem atrair melhor a atenção? Pode ser. Há pregadores das mais diversas naturezas:  pastores, formadores de opinião, acomodação pessoal, opiniões próprias, racionalismo, falta de fé. Os mais comuns são os  pregadores como o comodismo, o cansaço do trabalho, o apego aos conceitos pessoais, o descaso para com o que os pregadores da Palavra têm a dizer…  Nesta relação exemplificativa há motivos e desculpas. Entretanto, uma coisa é certa: Pouca gente hoje se sobrepõe à sua comodidade para sair e ouvir a Palavra. Há uma rebelião à religiosidade e uma perversidade crescente. Pedro já exortava: “Salvai-vos do meio dessa geração perversa!” (At 2,40).

Cautela. “Ah, quando quero leio a Palavra em casa”, pode estar pensando  você, “não preciso sair”. Está certo. Então, por que você vai à reunião semanal com amigos?  Por que você vai a reuniões, aulas ou eventos? Não é para  obter algum subsídio agradável para seu intelecto ou  coração? Imagino que sim. E para receber o subsídio ou alimento espiritual, não vale a pena sair também?  O problema é que sair para a reunião em comunidade  ou  sair para celebrar ou  ouvir a Palavra e sua explicação, é algo que para poucos contém interesse agradável. É mais fácil ficar ouvindo as próprias razões para o comodismo, teorias e pregadores de doutrinas mas agradáveis.  “Em verdade, em verdade vos digo: quem não entra pela porta no aprisco das ovelhas, mas sobe por outra parte, é ladrão e salteador” (Jo 10,1). É preciso dar ouvidos ao que é mais seguro.

Garantia. Todos ouvimos alguns pregadores. De dentro ou de fora de nós. Apesar de tudo, o Senhor continua a nos falar também. De que modo? De muitos. Por si, pela oração, pelas sagradas escrituras, pelo contato com ele na Eucaristia, por nossas inspirações, como também  através de seus  enviados. Como sei que estes estão falando em nome de Deus e não em nome próprio? Simples: pelo contexto e pela coerência entre o que eles falam e a voz que você já conhece do Pastor.  Se você tem familiaridade com a voz Bom Pastor, não há erro; você vai segui-la: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz, eu as conheço e elas me seguem. 28Eu lhes dou a vida eterna; elas jamais hão de perecer, e ninguém as roubará de minha mão”  (Jo 10,27).  Agora, se você não tem familiaridade com a voz dele, aí fica difícil. Você pode ser enganado. “O ladrão não vem senão para furtar, matar e destruir. Eu vim para que as ovelhas tenham vida e para que a tenham em abundância “ (Jo 10,10). É preciso criar ou cultivar uma certa sensibilidade para distinguir onde está a verdade.

Reconhecer a voz. Temos um problema sério hoje: as teorias. Cada pessoa procura ter a sua, e geralmente a que mais lhe convém. Sim, a que mais convém e não a que acha mais certa. Observou que entre saber do certo e se deixar levar pelo incerto, há uma grande diferença? Tenho certeza que sim. Entretanto, a dúvida que fica é a seguinte:  A teoria, ou a verdade seguida pelos cristãos é aquela ensinada pelo Bom Pastor? Nem sempre.  Pior: seguem teorias que podem não conduzir às águas tranquilas da felicidade. São ilusórias. Já imaginou o tamanho da decepção no final? Por outro lado, aos que desejarem ouvir, existe a voz inconfundível do Bom Pastor para os guiar: “Depois de conduzir todas as suas ovelhas para fora, vai adiante delas; e as ovelhas seguem-no, pois lhe conhecem a voz” (Jo 10,4). Segui-lo é o caminho seguro para chegar à felicidade que sonhamos.

Enxugará lágrimas. Os pregadores interesseiros  não conseguem garantir o que afirmam. Que pregador pode assegurar que suas verdades garantirão bom futuro aos seus seguidores? As verdades do Bom Pastor, são diferentes:  são seguras para seus seguidores. Por que razão? Porque o Bom Pastor chegou ao lugar prometido por ele, vivendo segundo o que ensinava. ”Porque o Cordeiro, que está no meio do trono, será o seu pastor e os levará às fontes das águas vivas; e Deus enxugará toda lágrima de seus olhos’ (Ap 7,16). Há uma promessa feita por quem já chegou lá! É diferente! As ovelhas que  preferirem a voz do Bom Pastor, entre as milhares de vozes que soam neste mundo, sabem: chegarão às  águas cristalinas da felicidade. Já pensou, que maravilha? O  Bom Pastor garante; os demais pregadores, não conseguem fazê-lo, porque  não conhecem o futuro, como o Cordeiro.

E então, melhor continuar com nossas próprias teses ou aderir aos ensinamentos do Bom Pastor? Sair ou não sair para celebrar, para ouvir a Palavra?  É preciso discernir: a que  pregadores  (interiores ou exteriores)  tenho preferido sair para ouvir? O que eles podem me garantir para o futuro? Podem garantir como Jesus Cristo? “Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim será salvo; tanto entrará como sairá e encontrará pastagem” (Jo 10,9). É preciso não se julgar dono da verdade, mas até sair para ouvir os que exortam em nome da Palavra. Ela promete e faz. Ela  nos garante a glória como prêmio pela vivência do evangelho.

       Eu, diante da Palavra

A cidade foi ouvir
44 No sábado seguinte, afluiu quase toda a cidade para ouvir a palavra de Deus (At 13,44)

Leio a palavra de Deus?

Ouvir a voz do Pastor
27 Disse Jesus: As minhas ovelhas ouvem a minha voz, eu as conheço e elas me seguem. 28 Eu lhes dou a vida eterna; elas jamais hão de perecer, e ninguém as roubará de minha mão  (Jo 10,27).

As teorias que sigo sobre temas polêmicos estão de acordo com a voz do Bom Pastor e dos seus enviados?

Fontes de águas vivas
16porque o Cordeiro, que está no meio do trono, será o seu pastor e os levará às fontes das águas vivas; e Deus enxugará toda lágrima de seus olhos (Ap 7,16).

Em que fontes procuro água para minha sede espiritual?

 Minha prece

Senhor, sois Deus,
nós somos vosso povo e vosso rebanho.
Desejo servir-vos com alegria.
Quero vencer o meu comodismo e
sair para ouvir vossa Palavra.
Vós nos ensinais e nos alimentais.
Vossa bondade perdura para sempre.