Quem é meu próximo?

Quem é meu próximo?

Quem é meu próximo?

Sobre o próximo: 30 Um homem descia de Jerusalém a Jericó, e caiu nas mãos de ladrões, que o despojaram; e depois de o terem maltratado com muitos ferimentos, retiraram-se, deixando-o meio morto (Lc 10,30). Várias pessoas passaram, o viram, mas nada fizeram. Finalmente passou alguém que o socorreu e o levou para receber atendimento adequado. Entre todos os que passaram, quem foi o “próximo” daquele homem? O que o ajudou, claro. Então, concluiu Jesus: Vai, e faze tu o mesmo (Lc 10,37).

     Ajudar ao próximo. Nós conhecemos esta Palavra. Mas, a cumprimos? A palavra está perto de ti, na tua boca e no teu coração: e tu a podes cumprir  (Dt 30,14). Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo, resume toda a lei divina e tudo que os profetas ensinaram. 40Toda a Lei e os Profetas dependem desses dois mandamentos (Mt 22,40). Amar a Deus e ao próximo.

     Quem é meu próximo? É aquele que  encontro no meu caminho. Não importa o nome, a cor, a necessidade. 34 Aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando nelas azeite e vinho; colocou-o sobre a sua própria montaria e levou-o a uma hospedaria e tratou dele   (Lc 10,34).  Este foi o próximo do samaritano. Aquele que precisa e está ao meu lado, é o meu próximo. A ele sou chamado a ser solidário, a me tornar próximo dele.

Posso escolher meu próximo? Não dispomos deste privilégio. O próximo nos é dado; dificilmente é escolhido. Gostamos de escolher nossos próximos, não? Mas não é apenas a pessoa escolhida que pode ser nosso próximo. Aquele samaritano não escolheu o próximo dele (Lc 10,25-37). Foi lhe posto no caminho. Somos próximos de quem encontramos.

     Dever. Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. Esses  mandamentos são inseparáveis. 20 Se alguém disser:Amo a Deus, mas odeia o seu irmão, é mentiroso; pois quem não ama o seu irmão, a quem vê, não poderá amar a Deus, a quem não vê. 21 E este é o mandamento que dele recebemos: quem ama a Deus, ame também seu irmão (1Jo 4,20-21). Jesus mostrou até onde o amor ao próximo pode chegar.

     Sangue.   Mesmo sem conhecer fisicamente a cada um de nós, pois, só existíamos na mente de Deus, Jesus mostrou como deve ser nossa vida: de doação ao próximo. Ele se doou por nós; não apenas ensinou o amor ou contou parábolas sobre a doação. Doou-se por nós, para que aprendêssemos a lição do amor e da paz.  Deus  quis  reconciliar consigo todas as criaturas, por intermédio daquele que, ao preço do próprio sangue na cruz, restabeleceu a paz a tudo quanto existe na terra e nos céus (Col 1,20). Jesus nos ajudou através do seu sangue derramado. E nós ajudamos o próximo?  De que modo?

Afinal, quem é o meu próximo? Aquele que está perto de mim e precisa de minha ajuda. Não podemos dizer que temos dúvida de quem seja nosso próximo ou sobre como amá-lo. A palavra de Jesus esclarece. A palavra está perto de ti, na tua boca e no teu coração: e tu a podes cumprir  (Dt 30,14). Especialmente não pode ser esquecida quando cada um de nós estiver diante do próximo. Especialmente do próximo que não escolhemos.

 Eu diante da Palavra

Fazer algo de concreto pelo próximo
34 Aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando nelas azeite e vinho; colocou-o sobre a sua própria montaria e levou-o a uma hospedaria e tratou dele   (Lc 10,34).

De que formas concretas tenho ajudado os que necessitados?

Cumprir a Palavra
14 Mas essa palavra está perto de ti, na tua boca e no teu coração: e tu a podes cumprir  (Dt 30,14).

Cumpro a Palavra que me pede que auxilie meu próximo, quem está perto de mim?

A preço de sangue
Deus quis  20 por seu intermédio(através de Jesus)  reconciliar consigo todas as criaturas, por intermédio daquele que, ao preço do próprio sangue na cruz, restabeleceu a paz a tudo quanto existe na terra e nos céus (Col 1,20).

Jesus nos ajudou através do seu sangue derramado. E nós ajudamos o próximo como?

 Minha prece

Elevo para vós, Senhor, minha oração
pois  vossa salvação nunca falha!
Ouvi-me, pois suave é vossa graça,
Ponde vossos olhos sobre mim
para que eu não me recuse ao convite da caridade!
Que vosso auxílio me levante
e eu possa levantar o que estiver ao meu lado!
Bendito, Senhor, pelas lições de amor e bondade
Que recebo de vós todos os dias!