Pais na fé

Pais na fé

Pais na fé

Quem são nossos pais na fé? São aqueles que nos ajudam a regar esta semente divina. A fé nos foi dada, por graça de Deus. Mas muitas pessoas ajudam ou ajudaram esta fé a crescer em nós. São nossos pais na fé.

Nossos pais.  Quem são eles? São  Abraão (Gn 15,13-14) e Jacó (Gn 46,4).[1] Foram nossos antepassados na fé.  Foi pela sua fé que Abraão, submetido à prova, ofereceu Isaac, seu único filho (Hb 11,17). E hoje, quem são nossos pais na fé?  Os pais biológicos? Nem sempre.

 Fé. Somos pais  na fé de quem?  Pergunta importante. Não basta ficarmos procurando culpar nossos pais ou outros culpados por sermos fracos na fé. O que é ter fé? A fé é o fundamento da esperança, é uma certeza a respeito do que não se vê (Hb 11,1). Muitos conseguem viver segundo esta certeza. Há pessoas na comunidade que são exemplos de fé. São pais daqueles que são despertados pelo exemplo deles.  Que fazem os pais na fé? Educam na fé, arrastam pelo exemplo. E as pessoas passam a esperar mais em Deus.

     Vigiam.  Os que têm fé acreditam nas promessas divinas e são vigilantes, como nossos pais na fé. A sabedoria divina  foi acolhida pelo teu povo como salvação dos justos, mas também como extermínio dos injustos (Sb 18,7).Confiavam em Deus. Sabiam que cada um receberia a recompensa conforme fizeram por merecer.

     Essa vigilância precisa acontecer.  Bem-aventurados os servos a quem o senhor achar vigiando, quando vier! Em verdade vos digo: cingir-se-á, fá-los-á sentar à mesa e servi-los-á  (Lc 12,37). É uma esperança com a certeza de que haverão de se realizar as promessas do Senhor. Quem pertence ao povo de Deus é incansável por que Deus é seu conforto.

     Por causa da fé. Ela não está baseada em outro argumento.  A esperança de quem crê está baseada na confiança de que acontecerá o que Deus predisse. A fé é o fundamento da esperança, é uma certeza a respeito do que não se  (Hb 11,1). Exato. Se víssemos, não precisávamos ter fé. Se já soubéssemos, não precisaríamos crer.

Estas certezas são fundamentais para quem vive esperando o Senhor. Por que razão? Porque dão sentido à vida e à morte. Foi ela que fez a glória dos nossos, antepassados (Hb 11,2). Nossos pais na fé, morreram confiando no Senhor. É o que cabe também a nós: confiar no Senhor e ensinar os outros. fazerem o mesmo. Assim seremos, pelo exemplo, também pais de alguém na fé.

  Eu diante da Palavra

Esperava
7 Assim vosso povo esperava tanto a salvação dos justos como a perdição dos ímpios (Sb 18,7)

Pelo que vivo hoje, em qual grupo estarei?

Achar vigiando
37 Bem-aventurados os servos a quem o senhor achar vigiando, quando vier! Em verdade vos digo: cingir-se-á, fá-los-á sentar à mesa e servi-los-á  (Lc 12,37)

Vivo como quem espera o Senhor a qualquer momento?


1 A fé é o fundamento da esperança, é uma certeza a respeito do que não se vê  (Hb 11,1)

A minha fé é deste modo?

 Minha prece

Quero viver como aqueles que esperam a salvação.
A fé consister em esperar, Senhor.
Quero viver vigilante para a hora da minha morte.
Através dela, me avistarei convosco!
Ó justos, alegrai-vos no Senhor!
Aos retos fica bem glorifica-lo.

 


[1]
         [1]          Paulinas, nota em Sb 18,6-8.