Chegar à perfeição

Chegar à perfeição

Chegar à perfeição

Quem não sonha em ser melhor? Talvez todos. A maioria das pessoas tem o desejo  de serem boas.  Porém, uma coisa incomoda: como conseguir isto? Ah, realmente não é fácil!

Chegar à  perfeição. Deus também espera que cheguemos. Lembra que Jesus alertou para perseguirmos esta meta? Sim, ele indicou o caminho:  Sede, portanto, perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito (Mt 5,48). Aqui está, portanto, nossa meta: buscar a perfeição a ponto de sermos semelhantes ao Pai.

Você imagina como é o Pai, não? Ele é diferente do pai terrestre ou muito melhor. O Pai celeste é bom, é amor, é perdão, é…. tudo de bom que você possa sonhar. Pronto. O Pai celeste reúne em si toda a perfeição.  É nele que devemos nos inspirar e caminhar a vida inteira. Se formos perseverantes  poderemos chegar à  assembleia festiva dos primeiros inscritos no livro dos céus, e de Deus, juiz universal, e das almas dos justos que chegaram à perfeição  (Hb 12,23). Percebeu? Almas dos justos! Reino dos céus. É por este prêmio que vale a pena ser bom aqui na terra. Você acha também?

Nada de formalismo.  Jesus mostrou que a perfeição passa pela sinceridade, pela coerência de vida. Eu vos digo: Se vossa justiça não for maior que a dos escribas e dos fariseus, não entrareis no Reino dos Céus (Mt 5,48).  Sabe quem eram os escribas e os fariseus? Eram pessoas versadas nas leis divinas, mas não as praticavam. Guardavam o sábado, a ponto de nele nem praticarem a caridade.  Jesus desmascarou essa insensatez  ao curar um doente no sábado. Jesus reprovou a interpretação formalista e mesquinha que os doutores da lei faziam da lei do sábado.  Será que hoje as pessoas não fazem ainda  interpretações formalistas da religião? Muitas fazem. Acham que apenas observando ritos, basta;  mesmo que não observem outros preceitos igualmente divinos e necessários. Você é uma destas pessoas? Tomara que não!

Rezam e pronto. Muitos rezam bastante e… só.  Acham que  rezando, estão em dia com Deus;  acham que não cometendo pecados graves, estão em paz com os mandamentos divinos; que jogando uma esmolinha no chapéu do misero, cumpriram a lei… esses atos entre tantos! Será que com isso dá para ficar em paz consigo mesmo? Absolutamente, não!   O primeiro e o segundo mandamento caminham juntos.  “‘Amarás o Senhor, teu Deus, com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todo o teu entendimento!38Esse é o maior e o primeiro mandamento. 39Ora, o segundo lhe é semelhante: ‘Amarás teu próximo como a ti mesmo’. 40Toda a Lei e os Profetas dependem desses dois mandamentos” (Mt 22,37-39).  A perfeição nao está no rito;  está no amor a Deus e ao próximo.

Vivência. As atitudes manifestam até que ponto uma pessoa assumiu o amor a Deus e ao próximo como caminho para a perfeição. A religião é uma ajuda. Jesus não ensinou religião. Ensinou o amor. A religião é auxílio para se avançar na caridade que não é apenas na prática da esmolinha, mas do serviço sem esperar algo em troca. Por isso o Mestre ensina este aparente absurdo: Quando ofereceres um almoço ou jantar, não convides teus amigos, nem teus irmãos, nem teus parentes, nem teus vizinhos ricos. Pois estes podem te convidar por sua vez, e isto será a tua recompensa (Lc 14,12-14). Que cutucada em todos nós, hein! A quem convidamos em geral para um almoço, para uma festa? Ele quis dizer, que é para fazermos a caridade especialmente àqueles que não têm como nos retribuir. 13Pelo contrário, quando deres um banquete, convida os pobres, os aleijados, os coxos, os cegos!- 14Então serás feliz, pois estes não têm como te retribuir! Receberás a recompensa na ressurreição dos justos (Lc 14,13-14). É a grande lição da caridade cristã.

Humildade. Nela está o caminho da grandeza. Os que fazem o bem humildemente estão conquistando reconhecimento da parte de Deus. 20Quanto mais fores elevado, mais te humilharás em tudo, e perante Deus acharás misericórdia;  21porque a Deus pertence a onipotência, e é pelos humildes que ele é (verdadeiramente) honrado  (Eclo 3,20-21). Palavras de clareza cristalina.

Você deseja crescer interiormente como pessoa? Trilhe, pois, o caminho da perfeição. Ele o conduzirá seguramente à mansão do infinito. Ali  você haverá de se associar aos justos que já se foram e formam a grande assembleia dos que chegaram perfeição (Hb 12,23). Maravilhoso, não? Boa sorte, então, a você, a todos nós que nos dispomos a trilhar este caminho.

Que o Senhor nos guie!

 Eu diante da Palavra

Ser humilde
20 Quanto mais fores elevado, mais te humilharás em tudo, e perante Deus acharás misericórdia;
21
porque a Deus pertence a onipotência, e é pelos humildes que ele é (verdadeiramente) honrado  (Eclo 3,20-21).

Os outros me percebem uma pessoa orgulhosa?

Retribuição pelo Senhor
13 Mas, quando deres uma ceia, convida os pobres, os aleijados, os coxos e os cegos.
14
Serás feliz porque eles não têm com que te retribuir, mas ser-te-á retribuído na ressurreição dos justos  (Lc 14,13-14).

Quando não recebo a retribuição que espero, como me sinto?

Chegaram à  perfeição
22 Vós, ao contrário, vos aproximastes da montanha de Sião, da cidade do Deus vivo, da Jerusalém celestial, das miríades de anjos,
23
da assembleia festiva dos primeiros inscritos no livro dos céus, e de Deus, juiz universal, e das almas dos justos que chegaram à perfeição  (Hb 12,22-23).

Que atitudes revelam que a cada dia no caminho da perfeição?

  Minha prece

Senhor, quero trilhar o caminho da humildade.
Quanto mais eu for humilhado, mas elevado serei diante de Deus.
A Ele pertence a soberania .
É pelos humildes que Deus é verdadeiramente honrado.
Pela humildade poderei chegar à perfeição,
à assembleia festiva dos primeiros inscritos no livro dos céus
e dos justos que chegaram à perfeição.
Guiai-me, Senhor, neste caminho
Em busca da perfeição.